19 de mar de 2010

Sobre o descumprimento do acordo referente ao formato das Audiências Públicas

Mais uma vez a reitoria da UFRGS dá provas de sua unilateralidade e falta de democracia. Praticamente às vésperas da primeira audiência pública, a ser realizada dia 23 de Março para discutir o Projeto de Parque Tecnológico da UFRGS, o conjunto dos movimentos sociais, estudantil e sindical recebe a informação de que as mesas que presidirão as duas audiências contarão com a presença de nada mais nada menos que as representações do DCE – UFRGS e da ADUFRGS-Sindical.

Este novo formato, não acordado entre os movimento de base e a reitoria, impõe condições desleais de debate, pois garante à opinião favorável ao projeto oficial de Parque, maior tempo de intervenção e a completa hegemonia na condução dos debates. Além disso, inclui no centro dos acontecimentos duas entidades que se manifestaram contra a abertura da discussão à comunidade acadêmica e à sociedade em geral, que é o caso do DCE e da ADUFRGS-Sindical. Em se tratando do DCE da UFRGS, é ainda mais absurda a sua presença na mesa, uma vez que desde o inicio deslegitimou o a comissão de negociação formada pelos movimentos e representantes do CONSUN e negando-se a fazer parte dela.


Viemos a público manifestar nosso repúdio a esta atitude unilateral da Reitoria, que resulta, infelizmente, por romper qualquer relação de confiança que nós, movimento Estudantil, Sindical e Social, comprometidos com o andamento saudável das discussões, nos preocupamos em construir ao longo destas três semanas.

Exigimos respeito e o cumprimento do acordo feito na reunião do dia 11 de Março.

Nenhum comentário: